bandeira de Portugal
Linha direta +351 213 618 440/1
Horário Seg - Sex 8.00 - 17.00 horas

NÃO PASSAGEM DE FATURAS/RECIBOS POR PARTE DOS SSPSP

comunicados

NÃO PASSAGEM DE FATURAS/RECIBOS POR PARTE DOS SSPSP

ESCLARECIMENTO
NÃO PASSAGEM DE FATURAS/RECIBOS POR PARTE DOS SSPSP
Caros associados SUP
Abaixo segue o texto do e-mail enviado pelos Serviços Sociais, quanto ao fato de não passagem de faturas/recibos e após termos recebido várias queixas.
Caro Luís Filipe dos Santos Pedroso
MI Secretário Nacional da Direção e da Presidência do SUP
Os SSPSP no sentido de tornar mais célere, rigoroso, escrutinável, todo o registo das suas operações implementou há 3 anos um programa informático que integrará toda a sua atividade. Este programa está em constante evolução e aperfeiçoamento.
Este programa permite-nos também eliminar outros programas que têm custos significativos. O novo programa chama-se PGI SSPSP, Programa de Gestão Integrada dos Serviços Sociais. ( Será o SEI dos Serviços Sociais)
O programa que utilizávamos para o registo das estadas nas estâncias e casas de passantes era o Artsoft. Agora só o utilizamos para o processamento do aluguer das bicicletas, minigolf e para a nossa messe na sede dos serviços sociais. Em breve também aqui o vamos eliminar e juntar um programa de faturação ao PGI.
Relativamente às faturas das estadas nas estâncias o que cumpre informar é o seguinte:
O PGI está em fase de certificação junto da Autoridade Tributária, razão pela qual não emite ainda faturas válidas. No entanto toda a contabilidade é feita através dos montantes registados no PGI e esta é apresentada no Conselho Geral dos SSPSP e às autoridades públicas que fiscalizam os SSPSP, nomeadamente tribunal de contas e tutela.
O beneficiário, na estância, recebe um documento que lhe indica o que pagou pelo serviço que lhe foi prestado pelos SSPSP, ficando com a prova da transação
Todos os beneficiários que o solicitarem, pedem para lhes ser passada fatura da permanência na Estância ou na casa de passantes, e os serviços de contabilidade dos SSPSP emitem e enviam ao beneficiário a fatura solicitada.
Em síntese, a razão de termos deixado de passar as faturas no ato de pagamento, prende-se com razões de economia e simplicidade (o que deixamos de pagar a um programa que vai ser descontinuado, podemos investir no aperfeiçoamento do novo. Os funcionários dos SSPSP deixam de trabalhar em vários programas e trabalham num só), razões de integração de todas atividades (o novo programa vai integrar tudo, gestão de beneficiários, património, estâncias, apoio social, concurso de vagas para estâncias, etc), razões de melhoria da fiscalização, controlo e contabilização de todas as atividades (todas as atividades podem ser mais facilmente acompanhadas quer por entidades internas e externas.

Disponível para qualquer outro esclarecimento, com os melhores cumprimentos

JUNTOS! SEREMOS MAIS FORTES!

Anterior Comemorações do dia do CR Madeira 2022
© 2022 — SUP Sindicato Unificado da Polícia de Segurança Pública. Powered by onesoft